Petro de Luanda ao lado de Mosquito
As declarações de Horácio Mosquito, nas quais denuncia supostos actos de corrupção no futebol angolano, tiveram o apoio inequívoco do presidente do Petro de Luanda, Tomás Faria.O líder do clube mais titulado do futebol nacional aprova e apoia todas as declarações proferidas pelo agora ex-presidente do...

Petro de Luanda ao lado de Mosquito

Petro de Luanda · Corrupção no Futebol Angolano · Federação Angolana de Futebol

As declarações de Horácio Mosquito, nas quais denuncia supostos actos de corrupção no futebol angolano, tiveram o apoio inequívoco do presidente do Petro de Luanda, Tomás Faria.

O líder do clube mais titulado do futebol nacional aprova e apoia todas as declarações proferidas pelo agora ex-presidente do Clube Recreativo da Caála (CRC), que se demitiu do cargo após ter sido suspenso pela Federação Angolana de Futebol (FAF) por 30 dias presupostamente devido a declarações feitas no final de uma partida e após também as denúncias feitas publicamente nas quais o ex-presidente do CRC denunciou a existência de corrupção no futebol nacional atravessando vários agentes desportivos, incluindo, mas não limitado a jogadores, dirigentes, árbitros e funcionários da própria Federação.

Segundo o Presidente do Petro Atlético, o seu colega "falou em defesa do futebol" e por isso "temos de apoiá-lo, senão vão continuar a ganhar sempre aqueles que não permitem o crescimento do futebol nacional, queremos que ganhem aqueles que suam e trabalham [...] "O nosso futebol não vai crescer se não tiver verdade desportiva, eu não quero criar mais polémica, mas gostaria de dizer que nós precisamos, para bem do futebol, ajudar a minimizar ou até mesmo acabar com o que tem acontecido nos nossos campos", disse, apelando a que todos dêem o seu contributo de forma a trazer de volta a verdade desportiva.